sábado, 13 de julho de 2013

Em bon purtuges

Ontem estava eu quase a chegar a casa e um cão salta a vedação lá da casita dos seus donos. Ao pé de mim vinham duas raparigas e eu já me tinha apercebido que isto de dominar minimamente a língua de Camões não era com elas. Quando as ditas cujas viram o cão, deu-se a seguinte conversa:

1: Epááááá!!! Não gosto nada de cães!!!
2: Eu também não! Isto dos cães deviam era andar todos com um alzaime na boca.
1: Alzaime? Isso mais parece a doença.
2: Mas é assim que se diz. É aquilo que se põe na boca dos cães.


Espero não ter chocado ninguém...

8 comentários:

  1. LOOL, santa ignorância! Isto pode soar mal, mas gente ignorante faz-me alergia! :D 'Alzaime'? Só faltou chamarem-lhe Alzheimer! :s

    ResponderEliminar
  2. Compreendo perfeitamente, caríssimo Mark. Acho que há a ignorância e a ignorância. O que se perdoa e o que faz revirar os olhos. O que se diz "pronto, deixa lá" e o que se diz "anda cá que vais levar umas porradas". No caso destas mocinhas era mesmo dar-lhes uma sova xD Ainda estive para lhes dizer qualquer coisita, mas depois quem ainda apanhava era eu LOL :D

    ResponderEliminar
  3. vá, não sejam assim. síndrome dos neurónios perdidos é mesmo uma doença.
    um blogue novo, vou seguir-te.
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tanto neurónio perdido!! :D
      Obrigado, Margarida. Espero estar à altura!
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Chocado não fiquei!

    Por acaso até já ouvi e li coisas piores!

    Lol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, Rúben. Este, dos milhões de exemplos que poderíamos encontrar por aí, nem é dos piores. Mas pronto... sempre arrepia um bocadinho. xD

      Abraço

      Eliminar