sábado, 15 de março de 2014

Orfeu e Eurídice

E lá rumei eu até ao Teatro Camões para ver este bailado, com coreografia de Olga Roriz. Nunca tinha ido a nenhum e confesso que, exceptuando uma partezinha ou outra, me encheu bastante as medidas. Foi bem agradável!

Durante uma hora e uns poucos minutos, (re)visitei um dos mitos mais famosos da Antiguidade. Sem querer parecer petulante, creio que poucos hoje em dia não terão pelo menos ouvido o nome das duas figuras principais.

Em traços largos, quando Eurídice passeava algures na Trácia, foi mordida por uma serpente, tendo morrido. Orfeu, qual bom marido, decide ir buscá-la ao mundo inferior (inferno). Com a sua lira, encanta todos os seres que aí habitam e, por isso, Hades e Perséfone consentem que Eurídice regresse ao mundo superior, ainda que com a condição de que, enquanto estiverem a subir, Orfeu não pode olhar para trás. O jovem trácio aceita e põe-se a caminho, mas, quando estava quase a ver a luz do dia, é assolado por uma dúvida: Eurídice estaria mesmo atrás de si? Acaba por olhar para trás e vê Eurídice desaparecer e morrer pela segunda vez.


Uma outra versão do mito diz que Orfeu não terá sido tomado por essa dúvida, mas olhou para trás porque (totó...) não aguentou a emoção de recuperar a sua cara metade.

Che farò senza Euridice? (C. Gluck)

8 comentários:

  1. De facto, há figuras clássicas menos conhecidas do que essas. xD Mas, nunca se sabe, a ignorância é uma arca de surpresas! LOL

    Olha, dear IneFÁVEL, eu também andei por aí, mais às compras.

    abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade: isto nunca se sabe, mas pronto... Não se pode cobrar tudo de toda a gente! Cada um é para o que nasce. xD

      Andaste? Nem disseste nada...!!! :}

      Abraço, querido Mark!

      Eliminar
  2. é uma das minhas óperas preferidas de Gluck :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu ignorante me confesso: não conhecia! Mas adoro!
      Tenho um imenso caminho a fazer na música erudita. :-D

      Abraço!

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Pois foi, coitado. Mas pronto: tinha de ser!

      Eliminar
  4. Desculpem lá qualquer coisinha, mas já aprendi qualquer coisa de mitologia (isto é mitologia, certo?).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mitologia, sim! :-)
      Se quiseres, recomendo-te uns livrinhos bem jeitosos. De certeza que vais gostar. xD

      Eliminar